"Ynari" (2008) / Peças

de adaptação de um conto do angolano Ondjaki

    Estreia: 23/02/2008

    Encenação: Isabel Bilou
    Interpretação: António Saraiva, Sara Silva e Teresa Baguinho
    Cenografia e figurinos: Inês de Carvalho
    Música: Gil Salgueiro Nave
    Desenho de Luz: Tasso Adamopoulos

     

Ynari é uma menina que tem um enorme desejo de conhecer o pequeno mundo que a rodeia, a floresta o rio as aldeias vizinhas… Ela não sabe ainda que cada uma das suas cinco tranças, têm poderes mágicos. Um dia descobre perto do rio da sua aldeia um homenzinho muito pequeno que lhe revela a existência da guerra. Ajudada pela magia das suas cinco tranças, Ynari vai provar que as crianças podem participar na mudança das mentalidades que sustentam as guerras e que é possível que todas as aldeias vivam em paz. Ouvindo os conselhos dos mais velhos e dando largas à sua imaginação, Ynari descobre que é possível criar ou destruir palavras que dêem outros sentidos à vida. Assim, ela redescobre que a palavra "amizade" tão antiga como o mundo, pode ter um renovado sentido quando carregada de uma nova magia.

Outras peças em cena