Em Cena

“Rua da Alegria” é uma criação original da equipa artística do Teatro das Beiras onde se exploram os afetos na solidão e a forma como os podemos relacionar em diferentes momentos das nossas vidas. 
Criamos a partir desta temática uma interpretação dos sentimentos únicos que experimentamos quando estamos sozinhos e a sua relação em diferentes faixas etárias. 
Esta é a história de um inesperado encontro entre dois estranhos vizinhos que habitam uma Rua da Alegria e um jovem rapaz que por ali passa todos os dias. Uma insólita rotina quotidiana que acabará por provocar uma série de acontecimentos inexplicáveis que transformará as suas vidas para sempre. 
Rua da Alegria é um espectáculo sobre a crescente distância entre gerações e o défice de afetos nas nossas vidas. Gerações que têm medo de confessar o quanto lhes faz falta alguém na vida, como se a solidão fosse a maior das fraquezas humanas. 
Um espetáculo direcionado para um público familiar, aconselhado a partir dos 6 anos de idade.
Ver mais

A obra literária de Alves Redol, reflete a natureza sensível do homem e do escritor numa permanente preocupação na transmissão de valores éticos em defesa de princípios e direitos de humanidade para todos os cidadãos, impulsionando a democratização e acesso à educação, por forma a consciencializar o seu papel determinante na transformação do mundo.
A complexidade dos tempos que vivemos; o consumismo, a sociedade mercantil sem limites; os jogos eletrónicos obsessivamente agressivos sem objetivos didáticos e educativos onde a ausência de valores nos distancia   irremediavelmente da realidade, mergulhando-nos num limbo virtual, desperta-nos memórias adormecidas no tempo. Na procura de sinais que o progresso nos deixa escapar, somos solicitados a um reencontro com a poética que ressalta da obra do autor, evocando a vida do homem e a sua ligação à terra. A terra, esse mundo mágico onde tudo começa…
É esta reflexão que incentiva a vontade de criar cenicamente, uma das suas obras onde o tema se impõe: a riqueza da terra e a forma generosa como ela nos oferece o que hoje descuidadamente se deixa morrer: o alimento saudável da humanidade (alimentos que não surgem nas prateleiras das grandes superfícies comerciais).
Este espetáculo, especialmente endereçado aos jovens, inspira-se na metamorfose das sementes do trigo - o ciclo do pão - que é também uma metáfora abrangente quando indicia uma forma plena de conhecimento e sabedoria, transmitindo a verdadeira magia da terra e a importância da sua preservação.
“ Um mundo mágico…”, é um contributo artístico que estimula a sensibilidade dos jovens espetadores para um dos mais importantes dilemas da sociedade contemporânea: a defesa do planeta.

Duração: 45 minutos
Classificação etária: maiores 6 anos
Ver mais